RESCUE-APVPC.ORG

Pelo gosto de prevenir e ajudar em emergências e catástrofes.



Início  | | Proteja-se: Terramotos  |  Incêndios  |  Gás  || Links


Proteja-se! - Incêndios

Prevenção & Como atuar perante um incêndio declarado

Prevenção

» Tenha um plano de evacuação. Planeie e treine-o duas vezes por ano com a sua família.
  Anúncio frisando a importância dos planos de evacuação em conjunção com meios de detecção: https://www.youtube.com/watch?v=EM1-qNV6Qk8

» Edifícios construídos de raiz para suportar terremotos e incêndios são a melhor opção. Os adaptados, posteriormente, com isso em atenção, são a segunda melhor escolha.

» As portas e janelas devem ser resistentes a incêndios, de forma a conterem-no durante o máximo de tempo possível.

» Instale, ou mande instalar, detectores de incêndio.
  Existem diversos modelos disponíveis no mercado. Informe-se junto das lojas da especialidade dos diversos tipos disponíveis e quais os melhores para proteger cozinhas (sem falsos alarmes) e restantes divisões.
  A regra é ter no mínimo um por andar junto dos quartos sensivelmente a meio do corredor / área comum.
  A função deles é alertá-lo para um incêndio na sua casa de forma a que não morra intoxicado, e tenha tempo para extinguir ou evacuar para local seguro.
  Alguns podem ser/ estar ligados a sistemas de extinção automática de incêndios.
  O aviso que vai ter se não colocar detectores de incêndio: https://www.youtube.com/watch?v=uCTRass7reE
  Até tinha detector de incêndio, mas desligou porque estava sempre a disparar, em vez de reparar o problema... https://www.youtube.com/watch?v=jW5gNeebUAQ
 
» Tenha extintores na sua habitação.
  - Cozinhas: por regra deve ter um extintor na cozinha das categorias "B" e "C".
    É boa pratica adquirir extintores que tenha  na categoria "B" a eficácia de 20 ou superior, identificado por "20B".
    A distância máxima a percorrer até ele não deve ultrapassar 15 metros.

  - Para o resto da casa deve ter extintores das categorias "A", "B", "C" e que possam ser utilizados em Eletricidade.
    É boa pratica adquirir extintores que tenha a categoria "A" a eficácia de 21 ou superior, identificado por "21A" e a categoria "B"  uma eficácia de 20 ou superior, identificado por "20B".
    A distância máxima a percorrer até ele não deve ultrapassar os 25 metros.

  - O topo do extintor, independentemente do local onde seja fixado, não deve estar a uma altura superior a 1,5 metros do chão.

  - O acesso ao extintor deve estar permanentemente desimpedido.

  - Diferentes extintores tem maneiras diferentes de serem manuseados, leia o manual de instruções que costuma estar incluído no próprio recipiente. Normalmente deve apontar o bico ou mangueira do extintor à base (de onde vêm) das chamas. Nos incêndios envolvendo líquido, devem ir espalhando o agente extintor em círculos começando do exterior até chegar ao centro no interior.

  - Quando usados, a maioria dos extintores deve recarregado, ou substituído. Alguns extintores permitem múltiplas utilizações, mas deve estar preparado para o caso de o agente extintor restante não ser já suficiente para extinguir futuros incêndios.

  - Regra geral todos os extintores devem ser revistos 1 vez por ano.

» Lanterna LED a pilhas resistente à água. Tenha pelo menos 2 conjuntos de pilhas extra.
   Lanternas LED normalmente proporcionam uma boa iluminação e consomem relativamente pouca energia.
   Sugerimos ainda um modelo colocado nas proximidades do local onde dorme, ou numa passagem comum, ligado à eletricidade, e que ligue automaticamente quando falha a energia elétrica... e que possa pegar nele e utilizar.

» Nas cozinhas tenha uma manta anti fogo.
  Serve para apagar pequenos fogos que se iniciem nas frigideiras.
  As mantas anti fogo maiores podem ser usadas para apagar fogo que possa ter pegado a uma pessoa.

» Na cozinha, se a frigideira pegar fogo, não pegue nunca nela (irá largá-la com o calor e espalhar o incêndio), nem deite água (irá fazer com a frigideira exploda em chamas espalhando o incêndio em toda a volta).
   Veja no Youtube o que acontece se ignorar estes conselhos: https://www.youtube.com/watch?v=L8jrcKxyUPM.

» Na cozinha, se tiver exaustor, mude os filtros regularmente ou lave os que não são substituíveis (todos os 15 dias por exemplo).
  Grande parte dos incêndios começam nas cozinhas nas frigideiras, e propagam-se mais rapidamente pelos exaustores que tenham os filtros com gorduras.

» Mantenha os fósforos, velas acesas e isqueiros afastados das crianças.
   Lembre-se, quase todas as crianças vão brincar com eles se conseguirem ter acesso, podendo pegar fogo à casa, ou a si mesmos.

» Apague bem os fósforos antes de os deitar para o lixo.

» Evite usar roupas soltas ou muito largas enquanto cozinha.
   A mesma pode começar a arder ao aproximar-se muito dos bicos dos fogões.

» Instale, ou mande instalar, sistema de extinção automática de incêndios.
  Existem diversos modelos no mercado, desde unidades individuais... a complexos sistemas de canalizações com água ou outros agentes extintores.
  Locais mais habituais de início de incêndios são as cozinhas, garagens, sótãos, divisões de máquinas, quartos e salas.
  Proteger a sua casa não implica necessariamente investimentos avultados e pode prevenir a perda total de bens (alguns insubstituíveis, como a sua vida e dos seus).

» Na sua habitação use materiais na decoração, móveis que sejam resistentes ao fogo e em especial não tóxicos.
  Alguns com informação em português tem indicado a informação "M0" - Materiais não combustíveis, "M1" - Materiais não inflamáveis e "M2" - Materiais dificilmente inflamáveis. Deve evitar os que tem as indicações "M3" - Materiais moderadamente inflamáveis, "M4" - Materiais facilmente inflamáveis, e ainda os que não tem qualquer indicação.
  Se os materiais não se inflamarem muitos incêndios extinguem-se sozinhos, outros podem ser facilmente extintos e outros demoram tanto a propagar-se que os meios mais avançados tem muito tempo para chegar e efetuar a sua extinção e evitar prejuízos avultados.

» Mantenha a sua casa limpa e arrumada.
  Existe menos probabilidades de as coisas correrem mal, e se o pior acontecer, ajuda a retardar a propagação dos incêndios, ao mesmo tempo que lhe dá mais tempo para os extinguir ou evacuar em condições de segurança.

» Proteja a sua lareira para que não exista projeção de material incandescente que possa iniciar um incêndio.

» Limpe as chaminés todos os anos, as mesmas, devido à sujidade acumulada, costumam ser um foco de incêndios em especial quando as lareiras começam a ser (re)utilizadas.

» Mantenha a sua instalação elétrica em boas condições.
  Nas instalações que usem fusíveis, não os arranje colocando fios metálicos, use fusíveis do mesmo tipo. Se continuarem a fundir, chame um técnico de eletricidade para verificar a origem do problema na instalação elétrica. Os fusíveis estão ali para o proteger.

» Não sobrecarregue os circuitos elétrico. Use tomadas apropriadas às cargas a que vai estar sujeito.
  Muitos incêndios começam nas tomadas e extensões porque os aparelhos pedem mais potência que aquilo que a mesma está preparada para deixar passar por ela (derretem e provocam um incêndio).
  Se tiver dúvidas, fale com um técnico de eletricidade.

» Não fume dentro de casa.
  Se o fizer tenha cuidado para não fumar na cama ou no sofá se sentir que tem sono. Se o costuma fazer, e não pretender deixar de o fazer, garanta que todos os materiais nas proximidades são classificados de "M0" - Materiais não combustíveis, "M1" - Materiais não inflamáveis ou no máximo "M2" - Materiais dificilmente inflamáveis.
  Use cinzeiros grandes e incombustíveis. Nunca deite as pontas de cigarro para o lixo se tiver acabado de fumar.
  Um anúncio frisando o não dever fumar: https://www.youtube.com/watch?v=JoYO-33U0Hc

» Não seque a roupa em cima dos aquecedores ou perto de lareiras.
  A roupa tem tendência para se queimar e em seguida pegar fogo.

» Quando usar a lareira, mantenha uma janela ou porta aberta de onde venha ar novo.
   Se não o fizer pode desmaiar e posteriormente morrer com os gases tóxicos provenientes da lareira, que podem ficar em proporções superiores ao tolerado pelo corpo humano se o ar não for sendo renovado por ar novo.

» Tente não usar líquidos inflamáveis (petróleo, gasolina, etc.) na sua habitação.
  Se existir um incêndio estes poderão potenciar e/ ou acelerar a sua capacidade de expansão/ destrutiva.

» Não junte muitos papéis e outros materiais inflamáveis em armários, caves, garagens ou escadas.
  Se pegarem fogo, o mesmo vai espalhar-se muito rapidamente.

» Durma com as portas dos quartos de dormir fechadas. Feche também as restantes divisões.
   Em caso de incêndio atrasa a progressão. E dá-lhe mais tempo para escapar em segurança, se não lhe for possível extinguir o incêndio. Resulta melhor se tiver sensores de incêndio espalhados pela casa que funcionem em rede (quando um é acionando, todos alertam).

» Tenha uma divisão segura ("quarto seguro").
   Na visão mais simplista a divisão segura será uma onde se poderá refugiar em caso de incêndio, tornados e roubo. No mínimo deverá ter uma porta metálica corta-fogo, com uma fechadura de segurança, ombreira metálica, pinos de segurança ou cavilha anti encurvamento para o caso de as dobradiças serem destruídas a porta se mantenha na posição e uma tranca interior que não possa ser removida do exterior. As paredes, chão e teto devem ter um revestimento anti fogo. Idealmente não deve ter janelas, contudo se tiver estas devem ser inquebráveis e resistentes ao fogo, e ter uma proteção interior em material de resistência superior (aço, ferro, etc.) que permita uma maior segurança.
   Se tiver possibilidades económicas para isso poderá querer contratar uma empresa que monte um cofre forte modelar num espaço existente que confira uma proteção contra assaltantes EN 1143-1:2019 entre V e XIII tenha as opções  "EX" (para resistir a explosivos), "CD" (para resistir a perfuração com brocas especialmente resistentes de diamante... usadas por alguns assaltantes mais especializados) e contra incêndio EN 1047-1 de preferência 120 minutos ou superior, e que seja capaz de impedir a entrada de gases ou fumos para o interior. Tenha em atenção a necessidade de entradas de ar especialmente protegidas contra gases, fumos, líquidos, fogo.
   Deve ter água, alguns alimentos, extintor, manta anti fogo, um telemóvel sempre à carga (mesmo sem cartão) para ligar para o 112, tenha ainda um rádio PMR 446 e um rádio de CB (banda do cidadão), máscaras anti-fumo (para conseguir respirar sem ficar intoxicado), detetor de gases prejudiciais (derivados de incêndios e gás) para saber quando necessita de colocar a máscara. Se possível a divisão deverá ter um sistema de respiração independente do resto da habitação e com filtros anti-fumo e outros gases prejudiciais.
 
» Tenha os seus documentos importantes (ou cópias destes) em bons cofres (certificados) resistentes a furto, incêndio e inundação, e firmemente fixados numa parede ou chão, de betão, aço ou de tijolo, independentemente do seu peso (com menos de 1000 kg é sempre obrigatório, acima desse peso é altamente recomendado).
   Se houver um incêndio, bons cofres podem proteger esses documentos importantes (seguros, documentos de identificação, documentos de propriedade da habitação, etc.)  dos estragos, seja do fogo, do fumo, ou mesmo da água que possa ser utilizada para extinguir o incêndio por parte dos bombeiros. Ser resistente a furtos dá-lhe uma garantia extra em caso de queda de objetos sobre ele, dado que será mais resistente que alguns cofres apenas à prova de fogo.
   Lembre-se, deve esperar algumas horas antes de abrir novamente o cofre, de forma a que o mesmo arrefeça naturalmente e evitar a combustão instantânea dos conteúdos no interior ao abri-lo.
   Quanto mais tempo resistir ao fogo, melhor! Poderá querer fazer alguns truques para reduzir as probabilidades de estragos... por exemplo colocar um extintor automático por cima do cofre para extinguir o fogo se as chamas aí chegarem. Ou até mesmo um extintor em formato de lata por cima, de forma a que se as chamas forem intensas o mesmo rebente ou seja perfurado, e espalhe o produto protegendo assim o exterior do cofre durante mais tempo.

   As certificações devem ser as Européias:
   Para furto: EN 1143-1:2019, que tem uma escala de 0 a XIII, sendo o 0 (zero) para guardar objetos de baixo valor, e o XIII (treze) a proteção mais elevada para objetos valiosos.
  Sendo a escala: 0, I, II, III, IV, V, VI; VII (normalmente o VII é nível máximo de protecção disponível para cofres relativamente pequenos)
  Se possível peça com as opções de proteção "EX" (para resistir a explosivos), "CD" (para resistir a perfuração com brocas especialmente resistentes de diamante... usadas por alguns assaltantes mais especializados) e "GAS" (para resistir a ataques com utilização de gás). Existem fabricantes que tem cofres "VI EX CD" que é o ideal e o mais seguro possível para cofres de caixa... os preços destes são contudo muito elevados. Com a classificação "GAS" como ainda não está normalizada à altura da elaboração deste artigo poderá estar ou não disponível.
   Para incêndio: EN 1047-1, quanto mais tempo aguentar... melhor... o normal é 30, 60 e 120 minutos.

   Mais informações no site da European Security Systems Association (ESSA) e.V

» Tenha sempre o número de telefone dos bombeiros da sua zona.
  Se não se lembrar/ souber, o número 112, é gratuito e está sempre disponível... mas costuma demorar mais tempo a obter o auxilio.
  Tenha a sua morada junto do número, bem como pontos de referência, numa situação de emergência poderá não se lembrar.

» Faça um seguro contra incêndio, da sua habitação e do respectivo recheio.
   Não previne, mas pode ajudá-lo a recuperar se o pior acontecer. Atualize o seguro periodicamente, de forma a que reflita o valor real do recheio em cada momento.
  Se tiver detectores de incêndio, sistema de extinção automática e/ ou extintores, apropriados para proteger a sua habitação, a funcionar corretamente e devidamente inspecionados anualmente, poderá beneficiar de descontos no seguro.


A maioria dos produtos pode ser adquirida em lojas especializadas em comércio de equipamentos de segurança, e hipermercados.
 

Como atuar perante um incêndio declarado

Como regra, se não conseguir controlar o incêndio no primeiro minuto desde o seu início, deve evacuar toda a gente da sua habitação e outras que possam correr perigo, e chamar em simultâneo os bombeiros. Saia da habitação, e mantenha-se fora dela!

» Se for na cozinha, nas frigideiras, normalmente o procedimento é:
  - Com uma tampa, deslizar a mesma lateralmente até tapar totalmente a frigideira (com uma luva de proteção de cozinha), desligar a fonte de calor (ex.: gás, eletricidade...) e aguardar entre 5 a 20 minutos para arrefecer (se tirar a tampa antes pode reacender).
  - Com uma manta anti fogo, coloque-se atrás da manta, e com as fitas onde segura viradas para o lado onde está, aproxime-se de frente com a manta anti fogo, cobra toda frigideira e depois ajuste para cortar qualquer passagem de ar por baixo, desligue todas as fontes de calor (ex.: gás, eletricidade...)  e aguardar entre 5 a 20 minutos para arrefecer (se tirar a manta anti fogo antes pode reacender).
  - Com um extintor, que tenha a categoria "B" (líquidos), vire-o ao contrário, dando uns "safanões" para que o produto no interior fique "solto", e "arme-o" (tirando a cavilha de segurança) para ficar pronto a funcionar, dê uma pequena descarga de segurança para confirmar que está a funcionar corretamente, de seguida aproxime-se da frigideira, coloque o bico ou mangueira ao nível da frigideira (de onde vêm as chamas) mas um pouco afastado, de forma a que quando acionar o extintor o agente extintor passe ligeiramente por cima, cortando o fornecimento de oxigénio e que o produto acabe por assentar sobre o interior cortando o oxigénio.  Desligue qualquer fonte de calor. Aguarde entre 5 a 20 minutos para arrefecer (se começar a limpar antes poderá reacender).
     Deve arejar o local, em especial se o extintor for de pó químico, e manter-se vigilante para fazer uma nova descarga com o extintor se reacender. A solução do extintor costuma ser a menos preferida, porque normalmente vai sujar tudo com o produto extintor... mas à falta dos outro meio, é melhor que ter reconstruir a sua cozinha/ casa toda.
    Veja como extinguir um incêndio usando estes três métodos aqui: https://www.youtube.com/watch?v=s729fNVMkTs
    Vídeo específico explicando como usar corretamente a manta anti fogo:  https://www.youtube.com/watch?v=48A4ZSHg3tA

» Se for noutro local da casa, normalmente o procedimento é:

  - Se for logo ao início do incêndio, tente retirar  objeto em chamas para um local isolado, ou retire todos os outros materiais que possam ser muito inflamáveis das proximidades para que o incêndio não se propague, e se extinga por si, ou pelo menos para atrasar o seu progresso.

  -  Com um extintor "A", "B", "C" e que possa ser utilizado em Eletricidade, "armar" o mesmo, efetuar uma pequena descarga de teste, se funcionar corretamente, aproxime-se com cuidado, mantenha uma pequena distância de segurança e apontando para a base (local de onde vêm) das chamas e descarregue o produto extintor sobre essa área até deixar de emitir chamas desse local e vá prosseguindo, dando sempre prioridade às chamas que vêm mais de baixo e só depois apaga os locais mais acima... a idéia é cortar a alimentação do fogo... é como desligar o bico do fogão... o que está por cima não vai aquecer mais, embora possa, no caso do fogo, propagar-se para cima... e que depois com o extintor de seguida apagará.

» Se não conseguir controlar o incêndio, evacue toda a gente da sua casa. Corte o gás se conseguir, e desligue a eletricidade.

» Se a sua roupa pegar fogo, tire-a se for possível caso contrário deite-se para o chão e rebole sobre si, ou coloque uma toalha molhada. Se for outra pessoa, ajude a tirar a roupa de imediato se for viável, ou então mande a pessoa rebolar, ou coloque uma toalha molhada. Se tiver, poderá colocar uma manta anti fogo, para apagar as chamas. Na falta de uma das outras hipóteses anteriores, pode utilizar um extintor para extinguir... alguns poderão ser tóxicos tenha isso em atenção.

» Feche todas as portas que puder.
   Isto vai retardar o avanço das chamas.

» Não use os elevadores.
   Os mesmos podem encravar/ parar, e durante um incêndio poderá correr risco de vida com o fumo e o próprio fogo.

» Não corra, mas vá rapidamente para o ponto de encontro no exterior ou para o local seguro da sua casa (divisão segura) se não for possível sair da sua habitação.

» Se tiver dentro de uma divisão com a porta fechada, verifique primeiro se a porta e a maçaneta não estão quentes, se tiverem não abra, se não tiverem quente abra devagar e prepare-se para fechar imediatamente contando com uma possível entrada de chamas pela fresta da porta que abrir.

» Se ficar retido numa divisão e em quanto for seguro, bata fortemente nas portas, paredes e janelas e chame por ajuda ("Socorro"). Se lhe falhar a voz, pode usar um apito por exemplo, ou fazer barulho com algum objeto.

» Tape por baixo, as portas, com mantas embebidas em água.
   Isto dificulta a entrada do fumo e ajuda a retardar a entrada do incêndio.

» Se tiver retido numa divisão e tiver possibilidade disso, tente remover dela tudo o que possa ser combustível, para que se o incêndio entrar não se consiga manter nessa divisão. Proteja-se ainda com um cobertor ou manta completamente encharcado(a) com água (ou manta anti fogo se esta for suficiente grande), e encharque-se a si também para se proteger o máximo possível do fumo e das chamas, agachado e no local da divisão que oferecer melhor proteção e estiver mais afastado de algo combustível. Continue a chamar por ajuda ("Socorro"). Se lhe falhar a voz, pode usar um apito por exemplo, ou fazer barulho com algum objeto.

» Utilize uma máscara anti-fumo, ou um lenço molhado para proteger as vias respiratórias. Se existir fumo intenso gatinhe deixando uns 30 cm para o chão (onde estarão também gases muito tóxicos).

» Proteja os cabelos e o rosto.

» Use a lanterna de LED, que deve ter sempre por perto.

» Saia da habitação, e mantenha-se fora dela! Não volte em especial por causa de objetos!
   A maioria das pessoas acaba por morrer ao regressar para o interior de uma habitação onde decorre um incêndio.

» Colabore com os bombeiros indicando o local no interior da habitação onde possam estar pessoas retidas.
   Informe ainda onde se encontram as chamas que possa ter visto, bem como eventuais medidas que possa ter tomado (fechar o gás, desligar a eletricidade, abrir ou fechar janelas, abrir ou fechar portas) e eventuais outras indicações que possam facilitar a sua tarefa... mas apenas o que tiver a certeza!


atualização mais recente desta página: 2 de fevereiro de 2020




TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2008 - 2021 - RESCUE-APVPC.ORG


imprimir | topo | política de privacidade